sexta-feira , 13 dezembro 2019
news
Você está aqui: Capa » Notícias » Projeto Pedrinho Furlan será ampliado em vagas e modalidades
Projeto Pedrinho Furlan será ampliado em vagas e modalidades

Projeto Pedrinho Furlan será ampliado em vagas e modalidades

reuniao projeto Pedrinho Furlan - Foto ELiane C. Torres1Diretores das escolas municipais que fazem parte do projeto Pedrinho Furlan, agora transformado em lei, através do Programa de Incentivo à Educação, à Arte e ao Esporte, reuniram-se nesta segunda-feira, 11, com a secretária de Educação, Edna Schaeffer, e a coordenadora técnica do projeto de GR, Anita Klemann, o gestor, Franz Menegazzo, e coordenador esportivo, Reinaldo Bento, responsável pela modalidade de ginástica acrobática, para discutir as atividades deste ano e a possibilidades de expansão das atividades. A reunião foi realizada na sede da Secretaria. O projeto será ampliado em vagas e número de modalidades.

O projeto nasceu em 2015, na modalidade de Ginástica Rítmica, foi ampliado em 2017, e está ganhando outras modalidades, além da possibilidade de trabalhar a arte e a educação através do programa instituído pela lei R número 118, de 12 de dezembro de 2018. Além da Educação e do Esporte e Lazer, o programa vai envolver as secretarias de Saúde e Assistência Social, permitindo um acompanhamento mais amplo das crianças e suas famílias e o incentivo ao desenvolvimento físico, cognitivo, social e mental, oferecendo novas oportunidades de formação cidadã e prática esportiva para as crianças.

Hoje o programa conta com a parceria das escolas municipais Ivo Welter, São Francisco de Assis, Valdir Becker, Tancredo Neves, Carlos Friedrich e Valmir Grande e oferece as modalidades de Ginástica Acrobática, Ginástica Artística, Ginástica Rítmica, Badminton, Tênis de Mesa e Xadrez, este último em fase de implantação. Também está sendo estudada a viabilidade de envolver a modalidade de handebol. As crianças, na faixa dos 5 aos 9 anos de idade, são transportadas das escolas aos locais de treinamento, de segunda a sexta-feira, para a prática do esporte. Mesmo depois de concluir os estudos na rede municipal de ensino, as crianças tem a possibilidade de permanecer, integrando a equipe de rendimento do município e participando de competições.retorno Pedrinho Furlan - Foto Eliane C. Torres (4)

A secretária de Educação expôs as mudanças no projeto e informou que a alteração vai permitir a contratação de transporte através de licitação, que nos anos anteriores foi o principal gargalo. Com isso será possível ampliar o número de crianças atendidas e estender o contraturno escolar para um número maior de crianças. Hoje, cerca de 130 estão cadastradas, mas a meta é ampliar um total de mais 50 vagas nas diferentes modalidades. Ela pediu a colaboração dos diretores de escolas, auxiliando na divulgação do projeto, e informando aos pais sobre os benefícios e forma de funcionamento.

Ela destacou também o envolvimento das diversas secretarias e as possibilidades que o projeto traz de desenvolvimento integral das crianças, além do acompanhamento delas e suas famílias por profissionais de outras secretarias, reduzindo os riscos de vulnerabilidade social. Concluída esta primeira etapa com os diretores, deverão ser realizadas reuniões com os pais que tem seus filhos matriculados nas escolas participantes para explicar com mais detalhes e tirar eventuais dúvidas.

A coordenador técnica do projeto de GR, relatou às diretoras as dificuldades iniciais, que foram superadas ao longo dos anos, e as primeiras conquistas esportivas, a partir do terceiro ano de atividades, quando a equipe conquistou os primeiros resultados nacionais. Segundo a técnica, os avanços foram muitos e não somente na parte esportiva. Mais que atletas olímpicas, a meta é formar cidadãs e neste sentido foram feitos muitos avanços. Conforme a técnica, as meninas que participam do projeto precisam seguir regras, que são bastante rigorosas, incluindo desde uma alimentação saudável até normas de comportamento e boas maneiras, disciplina, organização, responsabilidade, horários, cuidados com o cabelo e higiene, entre outras exigências que auxiliam na formação das crianças.

Nos treinamentos, completou ela, são desenvolvidas as habilidades das crianças conforme a faixa etária, incluindo corrida, saltos, ritmos, acuidade visual, sonora, lateralidade, entre outros aspectos que contribuem também para o desenvolvimento físico e cognitivo. “Através do esporte, as crianças tem oportunidades não imaginadas. Vocês não imaginam a felicidade de uma criança que nunca tinha saído do bairro onde mora e conhecer o Teatro Municipal. Se isso a deixou feliz, imaginem a primeira viagem de avião. Vocês não tem noção da alegria dessas crianças”, testemunhou ela.

 

Diretores atestam melhoria no desempenho escolar e comportamento

Os diretores das escolas são unânimes em ressaltar os resultados positivos. Na escola Ivo Welter, onde concentram-se o maior número de crianças que fazem GR, a diretora Rosângela Krug Belegante, afirma que os resultados são visíveis. “A criança que participa do projeto tem um desempenho escolar muito melhor. Elas são mais comprometidas, mais disciplinadas, mais responsáveis, mais participativas e os resultados aparecem no desempenho escolar”. Segundo ela, a participação dos pais neste processo também é fundamental, incentivando e motivando as pequenas a frequentar as atividades para que elas não desistam. Na escola municipal São Francisco de Assis a participação maior é na modalidade de tênis de mesa. Cerca de 30 alunos participam do projeto e no ano passado disputaram o campeonato paranaense, com pódio na competição, informou a diretora, Marta Langer. Ela observou uma melhoria expressiva no desempenho dos estudantes que participam do projeto e mudanças positivas no comportamento em sala, com os colegas e professores e também em relação aos estudos, com mais disciplina, responsabilidade e dedicação. “Crianças com dificuldades no desempenho escolar melhoraram muito a partir da participação no projeto”. O projeto de Ginástica Rítmica de Toledo, com 28 anos de atuação no município, conta com as parceiras do Sesi e prefeitura de Toledo e com o co–patrocínio de O Boticário, Sanepar e Itaipu Binacional, através de recursos obtidos pela da Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte/Governo Federal.

reuniao projeto Pedrinho Furlan - Foto ELiane C. Torres1

Sobre Eliane Cargnelutti Torres

Jorn. Eliane Cargnelutti Torres (DRT/PR 2537), assessora de imprensa da equipe de rendimento da Sadia/Prefeitura de Toledo/Sesi, através da empresa Palavra Comunicação e Marketing 045-9826-5052 - elianetorres2@hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Subir ao Topo