segunda-feira , 24 setembro 2018
news
Você está aqui: Capa » Notícias » Atletas esmeram-se nos detalhes e bordam seus colants para competições
Atletas esmeram-se nos detalhes e bordam seus colants para competições

Atletas esmeram-se nos detalhes e bordam seus colants para competições

IMG_3281 Os preparativos das atletas Angélica Kvieczysnki e Simone Luiz, da equipe da Sadia/Prefeitura de Toledo/Sesi, para competições não incluem somente treinos. Nos intervalos, as duas fazem os últimos reparos na decoração dos aparelhos, incluindo as maças e o arco, e nos colants, utilizando as mais diferentes predarias. As duas atletas estão treinando em torno de dez horas por dia nas últimas semanas, intensificando a preparação para a Summer Universíade, de 14 a 16 de julho, em Kazan, na Rússia. As ginastas embarcam na próxima terça-feira,9 de julho..

“Antes quando a gente bordava era ainda mais difícil. Agora, com cola, é mais fácil e mais rápido”, comenta Angélica, que tem muito ciúmes dos seus colants, a roupa utilizada nas apresentações, e faz questão de decorar. “A roupa tem muito a ver com a música da série, as cores, os desenhos e os demais enfeites”, explica ela, que guarda em casa mais de 30 colants desde que iniciou na Ginástica Rítmica. Cada ginasta usa em média quatro colants por ano.

“Eu tenho todos, não vendo, não dou e não empresto”, diz ela, ressaltando que tem o mesmo zelo com os aparelhos, guardados igualmente com todo o cuidado em casa ou no Centro de Treinamento. “É muito difícil para conseguir e custam caro”, explica. Eles são adquiridos nas viagens internacionais das ginastas, quando também são comprados alguns dos tecidos utilizados na confecção das roupas. “Quando a gente viaja fica sempre atenta e se encontra algo traz”, conta a atleta. Boa parte das pedras utilizadas na decoração dos colants é trazida de fora. “Quebrei meu cofrinho para comprar estas pedras”, brinca  a ginsta, revelando que na caixa onde guarda os materiais são cerca de R$ 6 mil em pedras.

Simone Luiz também ajuda a mãe na decoração da roupa e assim como as outras ginastas tem um cuidado todo especial. “O arco que utilizo com este colant”, disse ela, indicando o que estava sendo bordado e utilizado pela primeira vez no Troféu Brasil deste ano, “foi feito com pequenos triângulos. Fiquei cerca de dez dias trabalhando dele e não tenho coragem de refazer”, revela. A roupa é utilizada por cerca de um ano, período em que a série é repetida nas diversas competições, mas antes de cada nova disputa passa por uma revisão minuciosa. “É preciso colar uma pedra ou outra que caiu, rever todos os detalhes”, explica.

IMG_3294

Todos os colants utilizados pelas ginastas são feitos sob medida, principalmente pelas mães das atletas. As mães de Angélica, Ana Luiza, e de Simone, Sônia, são especialistas. As duas são costureiras, o que facilita o trabalho. Difícil é encontrar colants prontos no mercado. “O colant é o que tem de mais caro na GR. Os aparelhos são caros, mas podem ser utilizados por vários anos. Já o colant é mais caro, usado por um período menor e não se encontra à venda no Brasil. No exterior, um usado pode ser adquirido por R$ 1,5 mil. Um novo, cerca de R$ 6 mil”, informa a técnica Anita Klemann. Atenta a todos os detalhes em quadra, ela também auxilia orientando nas cores, desenhos e tecidos para a confecção dos colants, além de pequenos ajustes no corte das peças, adequando ao corpo das atletas. Tem que ficar perfeito, já que a roupa usada na apresentação também faz parte da série, complementando o lado artístico,

Para as atletas Angélica e Simone, auxiliar nos últimos preparativos para a decoração das peças chega a ser  relaxante, depois de um período de treinos exaustivos. “Às vezes eu trago para o ginásio e aproveito o intervalo do almoço e em outros horários vagos para bordar”, relata Angélica. Com anos de prática, as ginastas já desenvolveram uma técnica própria. Protegem a ponta dos dedos com esparadrapo e utilizam um palito e um pequeno cone, também feito com um pedaço de esparadrapo enrolado, para pegar e colocar as pedras no local certo. O serviço é mais rápido e mais eficiente que o de há alguns anos, com agulha e linha.

“O resultado fica bem melhor e a peça fica mais leve. Tive colant que pesava cerca de um quilo e meio. Eram mais de 10 mil canutilhos”, revela Angélica. Simone acrescenta que em certa ocasião, por conta do peso da roupa, sentia-se desconfortável e pendendo para um lado do corpo.

Depois de tanto esforço, o cuidado com as peças também é observado nas viagens, principalmente para o exterior.  Com a experiência de quem já teve a bagagem extraviada, elas sempre levam dois colants na bolsa de mão e os aparelhos menores. O restante vai na bagagem. Angélica já passou por alguns apertos, como em uma competição na Bielorrúsia. Ela recorreu a colegas e disputou com aparelhos emprestados, pois os seus chegaram no último dia de disputas. “Eu já pedi emprestado e também emprestei aparelhos para outras ginastas, por conta do extravio da bagagem”.

Elas garantem, no entanto, que todo o esforço vale a pena, para que possam brilhar na quadra pela beleza das peças que vestem e também pelas séries que executam, sempre buscando a perfeição.

Treino controle

IMG_3345

As atletas Angélica Kvieczynski e Simone Luiz, que viajam na próxima terça-feira para a Rússia, onde participam da Summer Universíade, fazem um treino controle neste sábado. Será o último antes da disputa e começa às 9h, no Centro de Treinamento de Ginástica Rítmica, no ginásio do Sesi. Também participam do treino controle as atletas que se preparam para o campeonato brasileiro juvenil e adulto de ginástica rítmica. O treino é aberto ao público

 

 

Sobre Eliane Cargnelutti Torres

Jorn. Eliane Cargnelutti Torres (DRT/PR 2537), assessora de imprensa da equipe de rendimento da Sadia/Prefeitura de Toledo/Sesi, através da empresa Palavra Comunicação e Marketing 045-9826-5052 - elianetorres2@hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Subir ao Topo